• Oficina de Experiências sobre o Movimento dos Peixes

    Publicado em maio 23, 2012 por em Cursos e Oficinas

    Nesse primeiro bimestre fizemos muitas oficinas que trabalharam o tema movimento, entre elas houve uma muito especial em que falamos sobre o movimento dos peixes. Para tanto, iniciamos nossa conversa observando um belo peixinho de aquário e como ele utilizava as suas nadadeiras e rabo para movimentar-se na água. Porém era difícil ver com detalhes suas barbatanas e como toda criança gosta de ver com os olhos nada melhor do que um peixe grande e de verdade.

    Nosso peixe, comprado no mercado ainda sem ter sido limpo, possibilitou que todos pudessem ver, tocar e entender melhor a função e características das barbatanas. É claro que um bom cientista não estaria satisfeito com uma observação superficial, então para matar a curiosidade de todos abrimos o peixe e encontramos seus interessantes órgãos. A princípio alguns demonstraram estranhamento, que logo foi superado pela curiosidade do conhecimento.

    Mas tantas observações não resolveram todas as nossas questões; faltava investigar como os peixes conseguem manter-se e variar de profundidade na água. Dessa forma, partimos para mais um experimento utilizando apenas bexigas, pedrinhas e um aquário. Cada criança colocou em uma bexiga uma certa quantidade de pedrinhas e um pouco de ar, que seriam nossos peixinhos. Ao colocarmos todos na água, logo notamos que alguns afundaram enquanto outros boiaram, como isso aconteceu?! As crianças conseguiram facilmente concluir que as bexigas com mais ar boiaram e aquelas com mais pedras afundaram. Mas o que isso tem a ver com os peixes?!

    Foi nesse momento que nos lembramos das bexigas natatórias, que são estruturas funcionais que os peixes possuem e que, de forma semelhante às nossas bexigas, variam a quantidade de ar para que o animal possa emergir ou submergir e se manter na profundidade adequada.

    Apesar do cheiro de peixe que demorou a sair de nossas mãos a experiência foi muito legal e todos adoraram!

    Prof. Thayse Zambon Barbosa Aragão

    Saiba mais sobre nossas oficinas.

Comments are closed.